HOTEL
SANTO GRAAL
Aparecida | SP

Restauro da Imagem de Aparecida trouxe esperança ao povo, diz padre

Da esquerda para a direita: Othon Siqueira, padre João Batista e Inspetor Virgílio durante coletiva desta quarta-feira, 9/ Foto: Julia Beck – Canção Nova

Rumo aos preparativos finais para as celebrações dos 40 anos do restauro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida, comentou na manhã desta quarta-feira, 9, durante coletiva de imprensa na Basílica Velha de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, a importância, programação e o planejamento deste novo período festivo. “A partir daqui [Basílica Velha] começou todo o restauro”, recordou o sacerdote.

“Por trás desta restauração, nós lemos o querer de Deus. Podemos dizer que Deus escreve certo por linhas tortas. De uma imagem quebrada que não serviria para nada, Deus fez acontecer uma restauração que trouxe esperança para o povo, que congrega milhões e milhões de pessoas e, a partir desta imagem restaurada, vidas foram restauradas (…). Por isso, achamos que é uma boa data para celebrarmos”, observou o reitor do Santuário Nacional.

De acordo com padre João, a festividade contará com dois momentos dentro da programação. O primeiro será iniciado no dia 19 de maio, sábado, e ocorrerá todos os sábados até o dia 18 de agosto. Nestes 14 sábados, serão realizados na Basílica Velha, sempre às 15h, 30 minutos de oração pela restauração da imagem e as realidades atuais enfrentadas pelo Brasil, e também serão relatados trechos sobre a história e testemunho de pessoas que tiveram suas vidas tocadas durante ou após o restauro.

O segundo momento, que dará fim às celebrações, será realizado no domingo dia 19 de agosto: uma carreata que sairá de São Paulo rumo ao Santuário Nacional. A carreata partirá após a Missa na catedral da Sé presidida pelo arcebispo de São Paulo, Cardeal Odilo Scherer. O cortejo de carros transportará uma réplica da Imagem de Nossa Senhora. A iniciativa faz memória ao transporte da imagem original, após restauro, realizado na mesma data, em 1978.

Imagem restaurada de Nossa Senhora Aparecida fica localizada no Santuário Nacional desde 1982/ Foto: Arquivo – Wesley Almeida

Mesmo com a carreata, o sacerdote relatou a importância dos fiéis, em vez de acompanharem o cortejo, se concentrarem no Santuário Nacional para a recepção da imagem.“Nós gostaríamos que os devotos viessem para Aparecida no dia 19 de agosto, porque é aqui que vai acontecer o grande momento da celebração e aqueles que puderem acompanhar a carreata a partir de São Paulo serão muito bem-vindos, mas estamos aconselhando os devotos para que venham a Aparecida por uma questão até de facilidade no trajeto”, afirmou padre João ao realçar a facilidade e maior segurança da estrutura do Santuário, com relação à trajetória da Rodovia Presidente Dutra.

Junto ao Santuário Nacional, a concessionária que administra a rodovia (CCR Nova Dutra) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) auxiliarão o processo de translado da imagem de Aparecida. Segundo o coordenador de interação da CCR Nova Dutra, Othon Siqueira, a Concessionária disponibilizará duas viaturas para acompanhar o comboio de carros durante todo o trajeto. “A CCR compreende a importância desse evento”, declarou Othon.

O Inspetor Virgílio Leocádio, da PRF, apontou que a principal preocupação é com a segurança. De acordo com o inspetor, uma escolta da polícia envolverá o comboio responsável pela carreata da imagem de Nossa Senhora, além de um monitoramento dos pontos de parada e uma prevenção contra invasões na rodovia. “Estamos preocupados não somente com o evento, mas com a segurança coletiva”, comentou. O policial aproveitou para reforçar o pedido do padre João, e aconselhou os fiéis a se concentrarem no Santuário Nacional, no dia 19 de agosto, para o aguardo do fim da carreata.

 

Padre João Batista contou que o Santuário Nacional ainda não obteve uma resposta do Corpo de Bombeiros quanto à solicitação da disponibilização de um caminhão para o translado da imagem. Se confirmado o uso do veículo, o comboio fará memória à carreata de 1978, quando a imagem de Nossa Senhora Aparecida restaurada foi levada à cidade de Aparecida no alto de um caminhão do Corpo de Bombeiros.

Primeira celebração da restauração

Esta será a primeira vez que o Santuário Nacional fará memória de maneira celebrativa à data do restauro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Padre João Batista afirma que além de ser um marco histórico o aniversário de 40 anos, celebrar o restauro da imagem partiu da percepção do difícil momento atravessado pelo Brasil. “Nós acreditamos que a devoção a Nossa Senhora Aparecida tem muito a contribuir e dar ao povo brasileiro essa esperança e força transformadora”.

O sacerdote recordou as eleições 2018 e apontou que a celebração do restauro será também uma oportunidade de dar uma força restauradora ao Brasil. “Sabemos que não é só elegendo políticos honestos e preocupados com o bem comum que nós restauraremos o Brasil. Existe também uma cultura no Brasil que precisa ser restaurada. Tem alguns elementos culturais que precisam ser transformados”, explicou. Padre João acredita que esta será a primeira das muitas celebrações que surgirão em torno da data da restauração.


fonte: a12.com


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>